GREENPEACE

Campanha de Mobilidade – Design

  • Organização: Greenpeace Brasil
  • Estratégia: Transporte
  • Valor USD: $ 95.000
  • Ano/Duração: 2012 – 3 meses

Resumo

A ClimateWorks financiará o Greenpeace Brasil para elaboração e realização de ampla pesquisa com o objetivo de estabelecer claro panorama sobre a a atual posição da população no que diz respeito ao transporte, mobilidade urbana, poluição do ar e mudanças climáticas. O resultado desta pesquisa apontará de maneira mais efetiva se os brasileiros estão dispostos a mudar seus hábitos em relação aos transportes e à mobilidade urbana. De posse dessas informações, o Greenpeace desenvolverá uma campanha mais específica em relação a este tema.


Resultados / Objetivos / Atividades

Objetivos desta doação: i) realização de pesquisas em cinco cidades brasileiras e direcionadas a grupos específicos a fim de avaliar a posição da população no que diz respeito ao transporte, à mobilidade urbana, à poluição do ar e à mudança climática campanha de transporte; ii) criar campanha de conscientização em relação ao transporte e mobilidade urbana.


Destaques

A pesquisa foi desenvolvida e foi uma ferramenta importante para criar uma campanha de transporte desenvolvida pelo Greenpeace que foi financiada pela LARCI em uma segunda doação.

Campanha de Mobilidade – Execução

  • Organização: Greenpeace Brasil
  • Estratégia: Transporte
  • Valor USD: $ 201.000
  • Ano/Duração: 2013 – 10 meses

Resumo

Apoio à implementação de campanha de transporte e mobilidade urbana financiada, anteriormente, pela LARCI. O objetivo da doação anterior era de avaliar as perspectivas atuais da população sobre transporte, mobilidade urbana, poluição do ar e mudança climática. A partir dos resultados dessa avaliação, o Greenpeace Brasil criou uma campanha e desenvolveu uma estratégica de comunicação especificamente de transporte, focando na moblilidade urbana e na eficiência energética. Esta doação atual irá garantir a implementação do projeto.


Resultados / Objetivos / Atividades

Objetivos para essa doação incluem: i) que uma grande montadora comprometa-se a ultrapassar as normas voluntárias atuais da VEE; ii) que o governo brasileiro se comprometa à marcos não voluntários para a diminuição do consumo de combustível de veículos leves pós-2017; e iii) incentivar grande participação pública no desenvolvimento do Plano de Mobilidade municipal de São Paulo e um maior engajamento público nas questões de mobilidade em São Paulo e outras partes do Brasil.


Destaques

Após a formulação dos planos, uma grande onda de protestos ocorreu no Brasil, exigindo, como demanda principal, uma melhoria nos transportes. Greenpeace teve que adaptar seus planos para se acomodar à nova situação. Além disso, o governo federal criou o programa Inovar-Auto que estabeleceu marcos para VEE nos próximos anos. A Greenpeace foi parte da discussão e desenvolveu campanhas públicas de grande repercussão que ainda repercutem nas discussões sobre o transporte público em São Paulo.

Desenvolver um entendimento comum de restrição de uso do carro e criar uma visão compartilhada sobre mobilidade urbana

  • Organização: Greenpeace Brasil
  • Estratégia: Transporte
  • Valor USD: $ 70.000
  • Ano/Duração: 2015 – 5 meses

Resumo

O objetivo dessa concessão é permitir que o Greenpeace desenvolva uma estratégia compartilhada na restrição do uso de carros juntamente outros atores da sociedade civil e testar uma nova abordagem para a campanha. O projeto proposto irá desenvolver uma parceria com várias instituições técnicas, como o IDEC, ITPD, IEMA e outros, em uma tentativa de trazer conhecimento técnico externo para informar a posição do Greenpeace ao invés de desenvolver todo o trabalho técnico sozinho. O resultado desse posicioNOMEnto e do processo extenso de consulta irá formar a base para o programa de cidades da Instituição, que irá começar em 2016. Isso abre um novo campo para a campanha de mobilidade urbana do Greenpeace no sentido de posicionar a Instituição no centro de problemas urbanos, aliada a outros atores que juntos, trabalham nas interações complexas entre tecnologia, mega-cidades, populações locais e políticas públicas. 
O projeto é definido por uma nova abordagem ao desenvolver campanhas, assim como desenvolverá um trabalho cooperativo mais próximo com diferentes atores, especialmente think tanks. Isso vai além do modus operandi tradicional do Greenpeace e é uma abordagem de boas-vindas a um tópico complexo e técnico como mobilidade urbana. 
É importante notar que um dos aspectos mais importantes deste projeto é o de promover discussões objetivas a respeito das intervenções na mobilidade urbana, afastando-se da atual “partidarização” de políticas a fim de que se obter uma clara visão dos impactos que essas mesmas intervenções possam causar na infraestrutura da cidade, na qualidade de vida da população e no meio ambiente. Esta concessão prepara o terreno para a campanha do Greenpeace sobre mobilidade urbana focando em mobilizar o debate em torno das eleições municipais do próximo ano.


Resultados / Objetivos / Atividades

Esta concessão tem três objetivos principais:

  1. Fortalecer a rede de organizações trabalhando com problemas de mobilidade urbana.
  2. Desenvolvimento de uma visão compartilhada sobre restrição do uso de carros, entre a Greenpeace Brasil e outras organizações parceiras.
  3. Intervenções públicas sobre mobilidade urbana e seu papel nas discussões sobre mudanças climáticas