ITDP

Apoiar a Lei Nacional de Mobilidade Urbana em Cidades Brasileiras

  • Organização: ITDP – Instituto de Políticas de Transporte & Desenvolvimento
  • Estratégia: Transporte
  • Valor USD: $ 102.000
  • Ano/Duração: 2015 – 7 meses

Resumo

Esta concessão permitirá ao ITDP continuar seu trabalho de apoiar o desenvolvimento de planos de mobilidade urbana nas cidades de Belo Horizonte, Brasília e Rio de Janeiro. Também irá apoiar a implementação de projetos de transportes não-motorizados nas cidades mencionadas acima. ITDP apoiará o desenvolvimento de indicadores de mobilidade urbana sustentável nas três cidades, permitindo um monitoramento mais transparente e eficiente do processo. Além disso, a Instituição irá apoiar a implementação de projetos orientados para pedestres na cidade do Rio de Janeiro e irá revisar os planos de expansão das ciclovias em Belo Horizonte e Brasília.

Esta concessão fortalecerá a estratégia de mobilidade urbana da ICS para o desenvolvimento de planos de mais robustos, inclusivos e de baixo carbono em três das cinco cidades estratégicas. Também irá basear-se nas prioridades de transporte não motorizados, fornecendo suporte técnico para pedestres e projetos de bicicletas.


Resultados / Objetivos / Atividades

Essa concessão tem três objetivos principais:

  1. Que até 2016, as cidades do Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília adotem sistemas de indicadores de mobilidade urbana sustentáveis, alinhados com a Lei Nacional de Mobilidade Urbana, para monitorar as implementações das cidades nos Planos de Mobilidade
  2. 
Que até 2016, o Rio de Janeiro implemente um projeto orientado para pedestres no Centro da Cidade.
  3. 
Que até 2016, as cidades de Belo Horizonte e Brasília incluam expansões de suas ciclovias nos seus Planos Municipais de Mobilidade.

Assistência para a Implementação da Lei Nacional de Mobilidade

  • Organização: ITDP – Instituto de Políticas de Transporte & Desenvolvimento
  • Estratégia: Transporte
  • Valor USD: $ 115.000
  • Ano/Duração: 2014 – 12 meses

Resumo

Através desta concessão, o ITDP Brasil fortalecerá a capacidade do Ministério das Cidades na implantação da Lei Nacional de Mobilidade, na medida em que, colocará à disposição equipe capacitada a fim de auxiliar na elaboração do Memorando de Colaboração durante o Período de Submissão do Plano de Mobilidade. A Embarq Brasil é sua parceira para determinarem juntas a melhor maneira de assistir o Ministério das Cidades em 2014. Ambas as organizações concordam que: i) o ITDP colocará à disposição do Ministério das Cidades equipe treinada para assistir as cidades na elaboração e submissão de seu plano e que será dada prioridade para cidades grandes pedindo assistência; e ii) a Embarq irá focar na análise dos projetos das 56 cidades médias que agora são parte do PAC 2 e que atualmente requerem Planos de Mobilidade operacionais.


Resultados / Objetivos / Atividades

A expectativa é que, até 2015, a Lei Nacional de Mobilidade Urbana seja completada e que as cidades brasileiras estejam finalizando seus Planos de Mobilidade Urbana Municipal.


Destaques

Essa concessão está sob implementação, porém alguns resultados já foram alcançados. O ITDP deu suporte para o Ministério das Cidades se focar em quatro frentes principais: i) estruturação do treiNOMEnto e suporte técnico para municípios no entendimento e na implementação de atividades a respeito da elaboração dos planos de mobilidade urbana; ii) assistência no esboço e na revisão dos conteúdos do Caderno de Referência para o Desenvolvimento do Plano de Mobilidade Urbana (Planmob); iii) assistência na estruturação e no teste do Sistema de Informação de Mobilidade Urbana (SIMU), e iv) desenvolvimento de um plano para adaptar o setor de transporte e mobilidade urbana às mudanças climáticas.

Apoio à Implementação da Lei de Mobilidade Urbana Nacional através da Promoção de Sistema de Transporte de Baixo Carbono e Melhores Práticas em Cidades Brasileiras

  • Organização: ITDP – Instituto de Políticas de Transporte & Desenvolvimento
  • Estratégia: Transporte
  • Valor USD: $ 304.500
  • Ano/Duração: 2014 – 12 meses

Resumo

Essa concessão irá servir como complemento para as atividades atuais do ITDP, com foco na obtenção dos seguintes resultados até 2015: i) que o Plano de Mobilidade do Rio de Janeiro inclua políticas de “bus rapid transit” (BRT) de alta qualidade como parte de uma estratégia maior de transporte sustentável e que essas políticas estejam alinhadas com a Lei Nacional de Mobilidade Urbana; ii) que o mesmo valha para o Plano de Mobilidade de Brasília; iii) que o Rio de Janeiro tenha dois corredores BRT de “Padrão Ouro” e dois no processo de construção; iv) que Belo Horizonte tenha dois corredores no “Padrão Ouro” e v) que Brasília também tenha dois corredores no “Padrão Ouro”.


Resultados / Objetivos / Atividades

Resultado 1.1: Revisão e recomendações para o TOR para a preparação do plano de mobilidade
Resultado 1.2: Indicadores do serviço de transporte entregues em parceria com o Rio Como Vamos.
Resultado 1.3: Workshop sobre TDM no Rio entregue.
Resultado 2.1: Plano de trabalho de Brasília desenvolvido em colaboração com as autoridades locais para identificar oportunidades para contribuir com o Plano de Mobilidade Urbana da Cidade.
Resultado 3.1: Relatórios de recomendação sobre 2 corredores da BRT já lançados e sobre planos para 2 novos corredores, incluindo integração com NMT.
Resultado 3.2: Estudo de impacto da Transcarioca entregue.
Resultado 3.3: Planos conceituais sobre estações intermodais entregues.
Resultado 3.4: Relatórios de recomendação para a implementação do TOD de Bonsucesso iniciados.
Resultado 4.1: Relatórios de recomendação sobre 2 corredores da BRT já lançados, incluindo integração com NMT.
Resultado 4.2: Estudo de impacto dos corredores entregue.
Resultado 4.3: Relatório de recomendações para o TOD da Nova BH iniciados.
Resultado 5.1: Plano de trabalho de Brasília desenvolvido em colaboração com autoridades locais para identificar oportunidades para contribuir com o Plano de Mobilidade Urbana da cidade.


Destaques

Essa concessão com o ITDP avança uma vez que a instituição começa a desenvolver ainda mais seu relacioNOMEnto com os policy makers da cidade de Brasília. O município acabou de eleger um novo prefeito e começou seu novo ciclo político em 2015 (segue o ciclo governamental do estado) e tem uma forte liderança local no tópico de mobilidade urbana. O trabalho com o município do Rio de Janeiro para construir seu plano de mobilidade urbana tem rendido resultados positivos, uma vez que a instituição é vista como um parceiro técnico próximo. O trabalho complementa uma concessão anterior com a Rio Como Vamos, que também está participando de perto no desenvolvimento do plano.

Suporte para a Implementação da Lei Nacional de Mobilidade Urbana através da Promoção de Sistemas de Transporte de Baixo Carbono e Melhores Práticas nas Cidades Brasileiras.

  • Organização: ITDP – Instituto de Políticas de Transporte & Desenvolvimento
  • Estratégia: Transporte
  • Valor USD: $ 101.000
  • Ano/Duração: 2013 – 12 meses

Resumo

Essa doação servirá como complemento para a Doação do Fundo de Prosperidade da Embaixada Britânica no Brasil e fornecerá: i) guias produzidos pelo Ministério da Cidade para governos locais focarem melhor no seu potencial de diminuição do CO2 em seus Planos de Mobilidade; ii) recomendações para os Planos de Mobilidade Municipal, incluindo as melhores práticas para maximizar as reduções de CO2; e iii) suporte para cidades alvo completarem com êxito e implementarem seus Planos, maximizando seus potenciais de redução de CO2. Mais especificamente, a LARCI financiar atividades relacionadas a custos de impressão, consultoria em relações públicas, gastos com viagens, documentação e disseminação de materiais das melhores práticas, eventos relacionados à capacitação e às campanhas. O objetivo desta concessão é influenciar os tomadores de decisão do Brasil através da ampliação do seu conhecimento sobre transporte sustentável nas quatro cidades alvo da LARCI.


Resultados / Objetivos / Atividades

Objetivos para essa concessão incluem a criação de Planos de Mobilidade para as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Fortaleza, incluindo políticas específicas, programas e intervenções que priorizem corredores de transporte de alta qualidade, ciclovias, programas de compartilhamento de bicicletas, melhorias nos ambientes para pedestres, reformas de estacionamentos e zoneamento de uso da terra.


Destaques

Como resultado dessa concessão, o ITDP contribuiu para o desenvolvimento e a divulgação do conhecimento sobre a agenda de mobilidade urbana em quatro cidades brasileiras: Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo e Fortaleza. Muitos folhetos e manuais foram elaborados e publicados na área de mobilidade urbana com o apoio da LARCI.